Notícias

Você está em: Home / Notícias

Notícias

Fato Relevante

Via Varejo S.A. (a “Companhia”) informa aos seus acionistas e ao mercado em geral, em atenção ao disposto na Instrução CVM 358/02, que recebeu ontem correspondência de sua controladora Companhia Brasileira de Distribuição (“CBD”), informando sobre arbitragem iniciada por Morzan Empreendimentos e Participações Ltda. contra a Companhia, entre outros. O inteiro teor da correspondência recebida é transcrito abaixo:

“São Paulo, 14 de junho de 2012

A Via Varejo S.A.

At.: Raphael Klein
Diretor Presidente

Claudia Elisa Soares
Diretora Financeira e de Relações com Investidores

c.c.: Conselho de Administração da Via Varejo

Ref.: Arbitragem Morzan

Prezados Senhores:

A Companhia Brasileira de Distribuição (“CBD”) recebeu, na data de hoje, 14 de junho de 2012, correspondência da Corte Internacional de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional, noticiando que Morzan Empreendimentos e Participações Ltda. (“Morzan”) requereu a instauração de procedimento arbitral (“Arbitragem”) em cujo polo passivo a CBD e a Via Varejo S.A. (“Via Varejo”), entre outras, foram incluídas, relacionado com questões que decorrem do Contrato de Compra de Ações celebrado por Mandala Empreendimentos e Participações S.A., uma subsidiária de CBD, em 8 de junho de 2009 (o “Contrato”), para aquisição de 86.962.965 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, então representativas de 70,2421% do capital social total e votante de Globex Utilidades S.A. (“Globex”), objeto do Fato Relevante divulgado por CBD em 8 de junho de 2009.

Conforme Fato Relevante divulgado ao mercado neste data, a CBD entende que o pedido apresentado por meio da Arbitragem é improcedente, tendo sido o Contrato cumprido integralmente, o que será demonstrado ao longo do procedimento arbitral.

Tendo em vista o requerimento de instauração da Arbitragem, CBD tomará todas as medidas para isentar Via Varejo de qualquer responsabilidade que possa recair sobre Via Varejo com relação ao Contrato, incluindo a contratação de advogados para tanto.

Por fim, com fundamento na Instrução 358/02 da Comissão de Valores Mobiliários, solicitamos à administração da Via Varejo que torne público o inteiro teor desta correspondência, assegurando, desta forma, que o mercado opere com adequada informação.

Atenciosamente,

Companhia Brasileira de Distribuição”.

Para acessar o Fato Relevante em formato PDF, clique aqui.

Última Atualização em 15 de Junho de 2012

Voltar Topo
Fechar